Celebração evocativa do Dia dos Pastorinhos de Fátima 2020

Celebração evocativa do Dia dos Pastorinhos
16 de fevereiro de 2020

Em tudo colocar amor

no centenário da morte de S. Jacinta Marto


«O perfil espiritual de Jacinta é caracterizado pela singela generosidade da fé. Nas pequenas coisas da sua vida simples de menina, Jacinta tudo entrega em dom agradecido ao coração de Deus, em favor da humanidade. Expressava frequentemente o desejo de partilhar o amor ardente que sentia pelos corações de Jesus e de Maria e que a fazia crescer no cuidado pelos pecadores. Todos os pequenos detalhes do seu dia, inclusive as contrariedades da sua doença, eram motivo de oferta a Deus pela conversão dos pecadores e pelo Santo Padre. Nas suas memórias, a prima Lúcia diz dela que rezar e sofrer por amor «era o seu ideal, era no que falava».
(Conferência Episcopal Portuguesa, Com Francisco e Jacinta Marto, chamados a sermos santos na caridade, Nota Pastoral por ocasião da canonização de Francisco e Jacinta Marto)

O amor a Jesus e a Nossa Senhora, que encheu o coração de Santa Jacinta Marto, levou-a a amar o Santo Padre e todos aqueles que cruzaram a sua curta existência: os pais, a prima Lúcia, os pobres, todos quantos a procuraram, em especial as pessoas que sofriam e as que andavam afastadas de Deus, os pecadores.

Assinalando o centenário da morte de Santa Jacinta Marto, o Setor para Catequese do Patriarcado propõe às paróquias, para a Catequese da Infância:
     • uma visita guiada aos locais onde Jacinta esteve em Lisboa, no último mês da sua vida;
     • a oração do rosário a realizar na paróquia.

Objectivos:
     • Conhecer o exemplo de santidade de Santa Jacinta Marto;
     • Compreender que o amor transforma as situações difíceis da existência.

 

 


Documentos para download