Porque é que rezamos o Glória?

Dando seguimento ao caminho Sinodal realizado no Patriarcado de Lisboa, o novo Ano Pastoral incide no nº 47 da Constituição Sinodal de Lisboa: «Viver a Liturgia como lugar de encontro com Deus e também da comunidade cristã enquanto Povo de Deus que celebra».


Neste vídeo, o seminarista Marco Abreu responde-nos à questão "Porque é que rezamos o Glória?". Ver vídeo.