Domingo - O dia do Senhor

Domingo - O dia do Senhor

«Fazei isto em memória de Mim» (1 Cor 11,24)

A Igreja fiel a este mandamento do Senhor, sempre celebrou a Eucaristia no Domingo, dia da ressurreição de Jesus – primeiro dia da semana.

O Domingo é o dia por excelência da assembleia litúrgica, em que os fiéis se reúnem para, ouvindo a Palavra de Deus e participando na Eucaristia, fazem memória da paixão, ressurreição, e glória do Senhor Jesus. (catecismo da igreja católica, nº 1167).

A reunião dos cristãos à volta do altar no dia do Senhor tem as suas raízes na experiência pascal dos Apóstolos.

Contam as escrituras que estavam eles reunidos, quando Maria Madalena e as companheiras vieram ter com eles, trazendo a grande notícia. Pedro e João foram então verificar que o túmulo estava de facto vazio (Jo 20,3-10).

Ainda eles se encontravam reunidos, à tarde, quando os discípulos que tinham partido para Emaús vieram juntar-se-lhes, deslumbrados do seu encontro com o Ressuscitado. De repente, Jesus manifestou-Se epediu que Lhe dessem o que sobrara da refeição (Lc 24,33-34).

Oito dias depois, estavam novamente reunidos, quando o Senhor mostrou a Tomé o seu lado aberto (Jo 20,26).

Para estes discípulos, reunir-se no dia da ressurreição não constitui um dever entre outros, mas uma necessidade, uma ALEGRIA - “No primeiro dia da semana, estai sempre alegres, pois quem se aflige num dia como este, comete pecado” (Doutrina dos Apóstolos).

Ao longo dos tempos, o facto de o domingo ser feriado, impôs a cessação de todo o trabalho manual, e nessa medida deu um prolongamento familiar e social à alegria dos batizados, solicitando também a sua abertura aos outros, fazendo assim eco da Palavra de Deus

Adaptado de Pierre Journel, A Missa Ontem e Hoje, SNL

“Os cristãos não celebram a Missa porque é Domingo, mas é Domingo precisamente porque celebram a Missa”.

                                                                                                                                                     (SNL – A Eucaristia faz a  Igreja)