fechar× Ligue-nos 218810533

Formação inicial de catequistas: Procedimentos

Formação INICIAL de catequistas: PROCEDIMENTOS

1. Enquadramento: A formação é indispensável para exercer o ministério de catequista. A formação inicial do catequista compreende o encontro de introdução à missão de catequista (EIMC) e o curso de iniciação (CI). Compete ao sector da catequese (SC), em articulação com as equipas vicariais, proporcionar uma formação inicial a todos os catequistas.

2. Agendamento: As necessidades e propostas formativas para a formação inicial serão discutidas e programadas em reunião de zona pastoral (oeste norte, termo ocidental, termo oriental e cidade), com a coordenação vicarial (assistentes e coordenadores vicariais) e os formadores, que terá lugar no princípio do ano pastoral. Ao SC, em diálogo os presentes, compete a aprovação do plano formativo para cada vigararia ou zona pastoral, bem como a composição das equipas formadoras.

3. Tempos formativos:  EIMC: 6h; CI: duração mínima de 20h.

4. Destinatários: Tanto o EIMC como o CI destinam-se a catequistas responsáveis de um grupo ou catequistas auxiliares, se possível já confirmados na fé.

5. Inscrições: Depois de marcados o EIMC e o CI, o SC disponibiliza um ficheiro on-line para inscrições. As paróquias deverão inscrever os seus catequistas até uma semana antes do início da ação formativa. Ao formador responsável por cada curso (a definir pela equipa) é dado acesso ao formulário de inscrições, competindo-lhe a tarefa de preparar a folha de presenças.

6. MaterialEIMC: guia de catequista e Bíblia. CI: bíblia, livro do formando e diretório geral da catequese. Mediante marcação prévia junto do SC, o formador responsável pela ação formativa faz o levantamento do material necessário para cada ação formativa junto da livraria Nova Terra.

7. CustosEIMC: inscrição: 2,00€. CI: inscrição: 5,00€; livro do formando: 3,00€; Diretório Geral da Catequese: 5,00€; certificado de participação em papel: 5,00€. As despesas das equipas de formação referentes à execução das ações formativas poderão ser ressarcidas pelo SC mediante apresentação de fatura.

8. Aspetos logísticos: As equipas formadoras, em articulação com o coordenador vicarial, providenciam: local e arranjo do mesmo, aquisição do material e receção das importâncias relativas aos livros e inscrições.

9. Procedimentos para os formadores relativos ao CI

a) Fichas de inscrição: cada formando preenche a ficha de inscrição;

b) Folha de presenças: contém os seguintes registos: nome e paróquia do formando, datas e número de horas de cada tempo do curso e módulos realizados. Os formandos assinam a folha de presenças em cada tempo formativo. O formador responsável valida as presenças dos formandos no ficheiro on line que foi partilhado consigo, no prazo de uma semana após a realização do CI.

c) Ficha de avaliação: no fim do CI cada formando pode preencher a ficha de avaliação on line através do link enviado pelo formador responsável.    

d) Memorando: a equipa de formação elabora um memorando sobre o CI, no prazo de uma semana após a sua realização.

e) A entrega das fichas de inscrição, da folha de presenças, do dinheiro das inscrições e dos livros, e os demais procedimentos fiscais serão tratados diretamente com os serviços administrativos do SC, no prazo máximo de 30 dias após a realização do CI.

f) Certificado: Entregue via e-mail a quem frequente a totalidade do curso. Quem não o puder fazer, procurará frequentar o(s) módulo(s) em falta noutro CI.

 

Lisboa, setembro de 2019