4º Catecismo

2ª ETAPA: A VIDA DA FÉ

Catecismos 4 a 6

Esta etapa é dedicada à primeira síntese da fé cristã. Ser cristão é seguir Jesus e viver à maneira da comunhão trinitária.

 

4º Catecismo – TENS PALAVRAS DE VIDA ETERNA

  • Levar as crianças a uma maior adesão de fé a Cristo, convidando-as a dizerem a Jesus, como Pedro: “Tu tens Palavras de vida eterna” (Jo 6, 68).
  • Ajudar as crianças a converterem-se a Deus, através do contacto assíduo com a sua Palavra.
  • Levar as crianças a acolher a missão de anunciar o Evangelho, integrando-as ativamente na Igreja e favorecendo uma sua presença cristã, viva e interventiva, na sociedade.
  • Iniciar as crianças na descoberta da Bíblia.

BLOCO I – A formação da Palavra de Deus escrita

  • Este primeiro bloco de catequeses, a trabalhar até ao Natal, começa com a apresentação às crianças do encontro dos Apóstolos com Cristo ressuscitado. D’Ele recebem a missão de anunciar o seu Evangelho até aos confins da terra. Tanto este encontro como a missão que dela decorre, são fundamentados no Antigo Testamento, a Palavra de Deus escrita antes do nascimento de Cristo.
  • De seguida, as crianças descobrem que do anúncio, sob a ação do Espírito Santo recebido no Pentecostes, nasceram as comunidades cristãs, a começar pela de Jerusalém. Depois, acompanham a atividade dos Apóstolos, que instruem essas mesmas comunidades, para que se mantenham vivas: pela comunhão fraterna, a Fração do Pão e as orações. É, sobretudo, relativamente a estas três componentes da vida da Igreja que, à época, é acolhido e lido a Antigo Testamento e se formam quer as tradições que irão integrar os quatro Evangelhos quer os restantes escritos do Novo Testamento.
  • As crianças participam neste processo de formação, na medida em que o ensino dos Apóstolos é, de certo modo, transposto para a sala de catequese. Elas ouvem o que os Apóstolos ensinaram no início do Cristianismo e voltam a ensinar, mas agora através dos Evangelhos que registam o seu ensino. São, por isso, convidadas a viver, regularmente e no contexto das suas vidas de criança, essa comunhão fraterna (vivida na comunidade cristã e no grupo de catequese), a participar ativamente na Fração do Pão (Eucaristia) e a orar com gosto e intensidade.
  • Com base nisso, as crianças serão desafiadas a uma maior adesão de fé a Cristo, a exemplo de Pedro. Com ele, também elas são convidadas a dizer a Jesus: “Tu tens Palavras de vida eterna” (Jo 6, 68).
  • Este bloco termina com três catequeses de preparação e vivência do Natal de Jesus, seguindo o mesmo método de ensino: são conduzidas a Jesus, o Verbo ou Palavra de Deus encarnada, por um dos Evangelistas que, para isso, lhes fala de João Batista e da Mãe de Jesus.

BLOCO II – A constituição da Palavra de Deus escrita

  • Depois de as crianças, na celebração natalícia, terem, cada uma, recebido a sua Bíblia pessoal, iniciam agora a sua descoberta.Fazem-no a partir da cena, na Sinagoga de Nazaré, em que Jesus apresenta o seu programa messiânico, servindo-se de um texto do Antigo Testamento que n’Ele se realiza plenamente.
  • Guiadas e incentivadas pelo exemplo de Jesus, as crianças percorrem, sucessivamente, as quatro partes do Antigo Testamento (Pentateuco, Livros Históricos, Livros Proféticos e Livros Sapienciais) e, a seguir, as quatro do Novo Testamento (Evangelhos, Atos, Cartas Apostólicas e Apocalipse).
  • Terminam esta descoberta com uma visão de conjunto de toda a Bíblia, na sua dimensão de Testamentos, fundados na Aliança que Deus estabeleceu com o seu povo.
  • A preparação para a vivência do mistério pascal é feita pela leitura orante (em via-sacra) do relato da paixão e morte de Jesus.

BLOCO III – A vitalidade da Palavra de Deus escrita

  • Após a descoberta da Bíblia, nas suas partes e no seu todo, as crianças devem aperceber-se da eficácia da Palavra de Deus, que nela fala, em todos os tempos e lugares em que é lida e/ou escutada. Importa que, não só a conheçam tanto quanto lhes é possível nesta idade, mas que descubram como o que nela leem passa para as suas vidas, uma passagem que vão registando na folha «A Palavra de Deus na minha vida».
  • Esta eficácia da Palavra, acessível a todos, em todos os tempos e lugares, parte, principalmente, do acontecimento da morte e ressurreição de Jesus: é d’Ele, testemunhado pela Bíblia como pedra viva e angular da sua Igreja, que esta e cada um dos seus membros vivem, como pedras vivas.
  • É uma vida que se alimenta e se concretiza no duplo mandamento do amor, proveniente do Antigo Testamento, nomeadamente através do Decálogo, e confirmado por Jesus.
  • Às crianças é oferecida, principalmente nas últimas quatro catequeses, a oportunidade de apreciarem, de saborearem essa vida: no seu caso, também a partir da própria experiência, nas atividades que a Palavra de Deus lhes foi sugerindo ao longo do ano.Terão assim uma ajuda para compreenderem que a Bíblia é canónica (isto é, obrigatória e normativa) e inspirada por Deus, assim como que devem dar testemunho dela a toda a comunidade cristã na Festa da Palavra, na qual se comprometem a fazer da Bíblia objeto de permanente leitura.

 

Celebrações

 

Catecismo 4:                     Catequese 10«O Verbo fez-se carne»

                                               Celebração do Natal

                                               Catequese 22«Se alguém quiser seguir-Me»

                                               Celebração da Via-Sacra

                                               Catequese 23 – «Ressuscitou, não está aqui»

                                               Celebração viva do mistério da morte e ressurreição

                                               Catequese 30Quanto amo, Senhor, a tua Palavra

                                               Celebração da Festa da Palavra